De passagem

moises-rembrandt No Sobe & Desce d’O Público de hoje, com uma seta para cima, lá estava a foto do Obama e da Hillary. Segundo uma sondagem da Gallup são o homem e a mulher mais admirados dos EUA. Quanto à Hillary é a décima terceira vez, mas incrível, incrível, é que nos sete anos anteriores deu sempre George W. Bush… mas isso era quando os americanos eram estúpidos, agora ficaram inteligentes. De repente. E o alvo da admiração deles já leva uma seta, óp’racima.

E nós? Parece que só seremos inteligentes se voltarmos a dar a maioria absoluta ao engenheiro nas próximas eleições. Pelo menos é o que diz o ex-Ministro da Saúde no DE e aquele médico sportinguista que gosta de charutos e prémios para compor o salário do SNS, numa entrevista num me recordo adonde. Se o PS não tiver essa maioria reduzem-nos à condição de amaricanos-pré-Obama. Estúpidos, portanto.

Já a religião Católica parece ter efeitos perversos na cabeça das pessoas. A sério. Leram a opinião do filósofo Murcho, Desidério, n’O Público sobre o que o Papa disse a semana passada? Parece escrita por um amaricano-pré-Obama. Não é que o filósofo acredita que há tipos que usam saias, acreditam que o vinho se transforma em sangue por artes mágicas e dizem tolices? Há uns que inventaram o golfe, usam saias e dizem tolices quando abusam do uísque, mas essa da magia acho que não faz parte. Em verdade vos digo eu: cada vez mais nós, os que não a creditamos em Deus, passamos a acreditar em qualquer parvoíce. Assim tipo o filósofo Murcho, Desidério.

Estive na Senhora da Graça por estes dias. Os que apontam o dedo aos ciclistas por utilizarem o doping, deviam ser obrigados a pedalar aquela merda toda, depois de fazerem 160 km encima de uma bicicleta – sem selim. Nunca tinha lá estado e é inacreditável que alguém suba aquilo a pedalar como fazem os tipos da Volta.

Perto de Celorico e de Mondim de Basto há também as Fisgas do Ermelo, uma queda de água que despenca das rochas no meio de uma paisagem digna de um combate entre os Anões e os Trolls do Tolkien. Tive que contentar-me com dois bodes barbudos à cabeçada. E com os solares, as pontes medievais, as couves e o frio.

Hoje nevou em Celorico de Basto. Deve ser efeito do Protocolo de Quioto. Dá ideia que o negócio das emissões de carbono resultou melhor e mais rápido que o esperado e a coisa está a arrefecer rapidamente. A ver se não desatamos a comprar SUVs assim que passarmos a amaricanos-pré-Obama-que-não-deram-a-maioria-absoluta-ao-PS.

Por falar nisso, ouvi dizer que o Engenheiro apartou as águas do Mar Vermelho. Não? Só andou na água e transformou-a em vinho? Como foi ele que criou as condições para que baixassem as taxas de juro, também deve ter sido ele que “criou as condições para que o Protocolo de Quioto acabasse com o aquecimento global”.

Um abraço a todos e cumprimentos aos crentes Eduardo Barroso, Correia de Campos, Murcho e a seja qual for o Acólito que assinou a seta do Sobe & Desce d’O Público de hoje. Vocês são impagáveis. Pá.

4 pensamentos sobre “De passagem

  1. Fabuloso texto! Sim, não há dúvida que eles são os verdadeiros crentes que nos envergonham comparativamente, no nosso cepticismo…
    E não esquecer o poder da “ubiquidade” a que se referiu em Bruxelas, no parlamento europeu, a tal senhora PS (que nos ensinava a não cometer erros de português) a propósito da “nossa presidência europeia”…
    Cumprimentos. Ana

  2. hajapachorra

    Um filósofo que se diz filósofo não é para levar a sério, muito menos se se chama desidério murcho, nome de alcoviteiro de proprama porno.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.