Os banqueiros como não-pessoas

No Lusa Voz

Ao passar pela Praça de Espanha, avistei um cartaz que ostentava “O Governo protege os banqueiros. E quem protege as pessoas?”. Uma frase muito elucidativa e que traz, juntamente com a desumanização dos banqueiros (o que se diria de uma frase semelhante que substituisse os “banqueiros” por os “judeus”, “imigrantes” ou “homossexuais”), o velho discurso do ódio genocida que é timbre da extrema-esquerda à campanha política portuguesa.

É bastante claro que a utilização de uma oposição “pessoas-banqueiros” prefigura uma acção de intenções discriminatórias gravosas. É por isso imperativo exigir a retirada deste cartaz que possui matéria que viola todas as directivas europeias e leis portuguesas sobre não-discriminação.

Aguardamos a acção do vereador Sá Fernandes

5 pensamentos sobre “Os banqueiros como não-pessoas

  1. A. R

    Qualquer dia têm que andar com uma identificação qualquer na lapela. É um cartaz mais vergonhoso que outro contra o qual vociferaram.

  2. jsimoes

    Desculpem

    “o governo protege os banqueiros”. É verdade ou não?

    Até pelo escrito antes neste blog eu acho que sim. E vocês ???

    José Simões

  3. Marco Polo

    Bem… banqueiros, politicos e capitalistas em geral sao pessoas. Em muitos aspectos como as outras. mas depois se eu roubo uma maça vou preso. Se eu nao pago a renda de casa?? Sou despejado. Se eu roubo milhoes e invisto o dinheiros dos outros em coisas ilegais sou: banqueiro, politico e capitalista. Porque estes ultimos casos sao mesmo isso… banqueiros-capitalistas-politicos. è tudo a mesma raça. De matar??? Ate que nao nos tentem matar a nos (seja de fome…) nao. Mas se nos atacarem teremos direito a defendermo-nos ou nao???

    A questao è que estes srs roubam bastante… e voces estao preocupadinhos com eles. Estranho??? Nao… insurgencia. Sempre do lado dos mais fortes….
    Se roubaram tem que pagar.

    E nao sao voces que definem de pessoas-homessexuais… pessoas-de cor de um modo prejurativo incentivando o envio destas para a fogueira sem sequer passarem pelo tribunal da inquisiçao^^^

    A hipocrisia tem limites meus caros.

  4. Nom_de_Guerre

    Como é que o cartaz demoniza os banqueiros?

    Só questiona a prioridade e dimensão das ajudas prestadas á banca.

    Sou a favor de apoios deste tipo, desde que enquadrados por um conjunto de prioridades.

    Escapa-me completamente o sentido dos “judeus, imigrantes e homossexuais” (???).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.