Adjectivos e prefixos

Certas pessoas podem não ter imaginação para mais nada, mas lá para adjectivos e prefixos… Veja-se Joel Hasse Ferreira hoje no Diário Económico (não consigo encontrar o link do artigo): segundo ele, “a herança catastrófica deixada por George W. Bush e pela sua ‘entourage’ de ‘neo-cons’, ultra-liberais e arqueo-militaristas teve uma enorme responsabilidade na crise financeira mundial.” O resto do texto é uma glosa desta ideia. Repare-se que eles podiam ser arqueo-cons, neo-liberais e ultra-milistaristas ou mesmo ultra-cons, neo-militaristas e arqueo-liberais sem qualquer prejuízo do estilo. É uma forma de “pensamento”. Um “pensamento” a que talvez pudéssemos dar o nome de ultra-tosco, arqueo-pedestre e neo-lítico.

5 pensamentos sobre “Adjectivos e prefixos

  1. Marco Polo

    E porque nao??? Um pouquinho ao menos????

    Ate parece que uma guerra nao custa uns milhoezitos??? E duas???

    A nao ser que me estejam a insinuar que afinal uma guerra tem proveitos economicos??? Petroleo????

    Hum hum

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.