Alucinações

Há uma legião de alucinados que prefere defender os inexistentes direitos dos animais aos das pessoas mas o que se passa na Tanzânia (e noutros países de África) escapa a qualquer adjectivação.

5 pensamentos sobre “Alucinações

  1. Tom Joad

    Nao sei quem serao estas pessoas.

    Mas ha pessoas que nao defendem os direitos dos animais, que nao defendem os direitos das pessoas na Tanzania porque nao acredito que de todos os povos do mundo so defendam os da tanzania, e que sobretudo nao defendem os direitos dos povos afegao, palestiniano e iraquiano…

    Alucinaçoes???? sim mas colectivas…

  2. Pingback: Um exemplo do quão surreal pode ser um post « bem-vindo à esfera

  3. Tom Joad

    Pingback… eu propunha que fizesses a mesma pergunta que fazes ao ruicarmo no final do post do teu blog ao resto da insurgencia.

    Sabes… è que estes pequeninos insurgentes tem um conceito bastante engraçado de Liberalismo (vesgo, vergonhoso e nojento).

    Nao sei se na tanzania ha uma grande comunidade de judeus negros… so assim podera ser explicado o interesse por este povo… e so por este, porque o resto pode continuar a morrer nas bombas lançadas pelos liberalissimos americanos (leia-se exercito e governo americano).

  4. Olp

    Claro que uma morte que seja de uma bomba “maricana” sempre é pior que do que qualquer outra.
    Isso toda a gente já percebeu…ele foi em todas as guerras promovidas pelos comités cenrais deste mundo, passando pelos genocidios africanos e asiaticos.
    Já toda a gente percebeu que isso apenas é “cultura própria” ou….culpa “maricana”.

  5. Pingback: Alucinações II « O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.