Metáforas infelizes

No DN, “A derrota de Portugal na vitória da Europa“:

«- Grã-Bretanha (47 medalhas) e os países do eixo, Alemanha (41) e França (40), repetem no desporto os índices da economia;»

Isto num contexto de “superioridade europeia”, não podia ser mais sugestivo…

7 pensamentos sobre “Metáforas infelizes

  1. lucklucky

    Ainda pior são as comparações entre o nível de vida e o sucesso desportivo: “Portugal (2) contribui com o mesmo número da Bélgica e da Estónia, no último lugar, atrás de Letónia, Áustria e Irlanda (3), Finlândia e Grécia (4), Suécia, Bulgária e Eslovénia (5).

    Ou seja, o desporto retrata quase exactamente alguns outros índices económicos e sociais, e em todos Portugal anda pela cauda da União.”

    “A União Europeia, por seu lado, pode e deve fazer uma contabilidade também própria. Neste espaço civilizacional, agora de 27 países, conquistou-se um total de 280 medalhas, 87 das quais de ouro.”

    A União Europeia não existe, se existisse só teria 3 participantes por modalidade. Baixando claro os índices competitivos.

  2. André Azevedo Alves

    Enfim…

    A insistência na contagem das medalhas da UE é particularmente deprimente (e algo preocupante).

  3. maverick47

    “Isto num contexto de “superioridade europeia”, não podia ser mais sugestivo…”
    Se considerarmos o conjunto dos Estados da União, o PIB que obtemos é maior do que o dos Estados Unidos ou China. É certo que o poderio económico da Europa está em declínio, mas ainda assim a superioridade europeia subsiste.

    “A insistência na contagem das medalhas da UE é particularmente deprimente (e algo preocupante).
    O que é deprimente é ver essa defesa intransigente de uma separação de Estados em declínio, como se a causa dos nossos problemas fosse a solução para eles. Os EUA, país que admiro, só existem na dimensão actual devido a guerras sangrentas contra o Reino Unido, Povos indígenas, México e, mesmo, contra estados que hoje são pertença da federação. Se calhar, preferiam que meia dúzia de estados-membros fizesse uma guerra civil na Europa para torná-la “uniforme” – aí talvez a federalização tivesse legitimidade…

  4. sérgio_alj

    “Ainda pior são as comparações entre o nível de vida e o sucesso desportivo: “Portugal (2) contribui com o mesmo número da Bélgica e da Estónia, no último lugar, atrás de Letónia, Áustria e Irlanda (3), Finlândia e Grécia (4), Suécia, Bulgária e Eslovénia (5).”
    lucklucky
    Portugal pode ter ficado em ultimo, no entanto, ganhou tantas medalhas de Ouro quanto a Finlandia, a Letonia, a Eslovenia e a Bulgaria, lembrando que a Suecia, Austria, Irlanda e Grécia nem o Ouro viram!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.