Medalhas Olímpicas: mais uma prioridade do Estado Social

O presidente da delegação olímpica da Austrália está a pressionar o governo para que mantenha o actual investimento, de 126,8 milhões de euros anuais, até aos J.O de 2012. São 507 milhões em quatro anos. O orçamento da delegação portuguesa no mesmo período foi de 15 milhões de euros. Mesmo representando o maior investimento público de sempre numa delegação nacional, a Austrália investe 33 vez mais dinheiro do que Portugal. Eles têm 35 medalhas, Portugal tem uma. Estas coi$as contam. Têm a certeza que querem medalhas ou é só conversa? É que os outros não andam a dormir.

Pedro Sales, no Zero de Conduta

Suponho que o Pedro Sales, e também o Daniel Oliveira, se estão a voluntariar para proceder a uma recolha de fundos para suportar os atletas portugueses nos próximos Jogos Olímpicos. É que se não estão, só posso concluír que querem obrigar os portugueses a contribuir para uma causa com que não concordam (eles são os primeiros a sugerir que os portugueses só gostam de futebol). Claro que contribuir contra a sua vontade é um eufemismo, o que o Pedro Sales e o Daniel Oliveira estão realmente a propôr é um roubo, usando para tal os meios do estado.

A Coreia do Norte já conta com 6 medalhas nestes Jogos Olímpicos à frente de países como a Suíça, a Finlândia, a Suécia ou o Brasil. A Índia, com um sexto da população mundial, não conquistou nenhuma até hoje. Não consta que amanhã os Suecos acordem a pensar que estariam melhor na Coreia do Norte, ou toda a Índia esteja a entrar em depressão pela falta de medalhas. O financiamento de modalidades Olímpicas amadoras ou profissionais, seja feito na China, na Coreia do Norte ou nos EUA não é sinal de desenvolvimento, é um símbolo do pior tipo de nacionalismo e de despotismo de um Estado Central longe dos cidadãos e das suas reais necessidades.

9 pensamentos sobre “Medalhas Olímpicas: mais uma prioridade do Estado Social

  1. Engraçado as comparações que se fazem.
    A Austrália apenas com o dobro da nossa população produz 3.3 vezes mais do que Portugal e o seu orçamento de estado tem superavit desde 2002.
    Por isso a Austrália pode gastar com os atletas olimpicos “o que lhe der na telha”.
    Não sei porque é que não fazem antes a comparação com a Etiópia, esses já vão em 3 medalhas.
    Curiosamente em provas onde tmbém já ganhámos medalhas antes de isso ser uma “prioridade do estado social”.
    .

  2. ulaikamor

    Os Jogos Olímpicos não podem ser vistos apenas nessa perspectiva. Eles são também um palco onde os indivíduos das diferentes nações podem competir e demonstrar as suas capacidades nas diferentes modalidades desportivas no bom espírito do Liberalismo Clássico.

    E mesmo que por trás desses indivíduos haja esse tal símbolo do pior tipo de nacionalismo e despotismo do Estado Central, por mais que um Estado Central derrame dinheiro nunca vai conseguir produzir um Michael Phelps.

    Há muitas coisas que estão mal com os Jogos Olímpicos de que não nos devemos esquecer, mas aproveitemos também para gozar as boas coisas que trazem…

  3. Pedro Sales

    A única coisa que queria do Estado era que investisse no desporto escolar. Onde é que foi buscar a ideia que eu quero que o Estado invista tanto nos atletas como a Austrália? A questão é outra. Os portugueses entraram em depressão colectiva porque os nossos atletas não ganham medalhas, esquecendo as condições em que eles treinam e a ostensiva indiferença que o país dedica a todos os desportos que não chamem futebol. Eu não estou à espera de mais do que 1 ou 2 medalhas, que é o que costumamos trazer dos J.O. Agora, aqueles que estão a zurzir nos atletas, e a dizer que são “pouco éticos”, podem começar a fazer as contas à megolamania a que se propõem. É só isso.

  4. Nuno

    A ausência de medalhas é muito menos humilhante do que o facto de Portugal ter a maior obesidade infantil da Europa.
    Não me importava nada que portugal nunca mais ganhasse uma medalha que fosse se a população no seu todo tivesse acesso universal á prática do desporto e procurasse ter um estilo de vida saudável e activo, que é tudo o que importa!

    A Austrália tem dos maiores niveis de obesidade do mundo! Face a este facto este investimento titânico que faz nos seus atletas de alta competição soa mais cínico do que louvável. Quantos campos de jogos, equipamento escolar, ciclovias e áreas pedonais e piscinas pagaria este dinheiro todo?

    Os Jogos Olímpicos infelizmente já não promovem o desporto mas nacionalismos caducos e irrelevantes.
    Está na altura de parar de assistir a desporto e começar a praticá-lo.

  5. “O financiamento de modalidades Olímpicas amadoras ou profissionais, seja feito na China, na Coreia do Norte ou nos EUA não é sinal de desenvolvimento, é um símbolo do pior tipo de nacionalismo e de despotismo de um Estado Central…”

    Caro Carlos

    Os EUA estão a mais nesta lista, como pode ver aqui:

    http://www.america.gov/st/washfile-english/2006/February/20060209164553jmnamdeirf0.9387018.html

    E pelos vistos isso não os impede de ganhar medalhas (se calhar é por isso mesmo).
    .
    .

  6. Pingback: Ainda sobre as medalhas olímpicas como prioridades do Estado Social « O Insurgente

  7. Por acaso estive ainda agora a falar com um amigo meu indiano e senti-o extremamente deprimido pela triste performance dos seus compatriotas em Pequim.
    Tive muita pena dele…

  8. -Quando falamos nos investimentos de Portugal em matéria de desporto, poderemos incluir os estádios do EURO? E os apoios (isenções fiscais), atribuidas a futebolistas? E os perdões de dívida a clubes de futebol?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.