A tradição já não é o que era

O título acima foi retirado de antigo slogan da publicidade ao whisky J&B e reflecte o erro de julgamento quando se interpretam acontecimentos actuais maioritariamente através da análise de semelhantes acontecimentos passados:

Ora, no início do ano, o Pedro Magalhães escreveu o seguinte:

No Insurgente, duvida-se que na Super Duper Tuesday, o dia 5 de Fevereiro de 2008, se fique a saber o nome dos candidatos dos partidos Democrata e Republicano.

Não há dúvida que é possível que permaneça alguma incerteza depois desse dia. (…) Matematicamente, é claro que é possível que os nomeados só se conheçam na última primária, a 3 de Junho.

Mas é, claro, altamente improvável. Na era “moderna” das primárias (e na era “pós-moderna” das Super Tuesdays, que começou em 1988), houve apenas um caso onde uma candidatura (de um partido onde o incumbent não seja o candidato) não ficou decidida na Super Tuesday. (…) Ao contrário das primeiras Super Tuesdays, o menu de estados é muito diverso, e vai desde o Arkansas à Califórnia. Eu ficaria muito, mas mesmo muito, surpreendido se tudo não ficasse decidido aí.

Informação passada é relevante à análise mas, quando se lhe dá demasiada importância, ela pode induzir em erro. Esta Super Tuesday teve, afinal, diferentes candidatos, eleitores e conjunturas políticas.

Anúncios

5 pensamentos sobre “A tradição já não é o que era

  1. “Informação passada é relevante à análise mas, quando se lhe dá demasiada importância, ela pode induzir em erro.”

    Muito interessante que para escreveres isto te tenhas baseado num post passado. Ou seja, que tenhas usado informação passada.

  2. “Muito interessante que para escreveres isto te tenhas baseado num post passado.”

    Certo! Mas não estou a concluir que o Pedro Magalhães tem o hábito de cometer semelhantes erros de avaliação. Isso seria dar “demasiada importância” a este determinado evento. 😉

  3. “Mas não estou a concluir que o Pedro Magalhães tem o hábito de cometer semelhantes erros de avaliação. Isso seria dar “demasiada importância” a este determinado evento.”

    E seria, também, esquecer todo o seu historial (passado) de previsões acertadas. 🙂

  4. Em relação ao campo republicano, o Pedro Magalhães acertou (só os insurgentes, que a mais das vezes confundem desejos com a realidade, é que ainda têm esperança de que o nomeado não seja o McCain…).
    Sobre os democratas, reforça-se a tendência “Hillary”. Em parte, por causa do voto hispânico; vide o resultado na Califórnia, vitória clara de Hillary, bem acima do que prognosticavam as sondagens (isso deveu-se ao voto dos eleitores hispânicos). E o mesmo poderá suceder no Texas, onde a população hispânica está bem representada, e que elege muitos delegados. Barack só terá hipóteses se inverter a tendência do voto hispânico, o que não se afigura fácil.
    Em suma, o Pedro Magalhães quase acertou…

  5. nuno nasoni

    É um perigo, bastante comum, de fazer história com séries curtas. PM escreveu (“…começou em ’88…”). Pois, mas desde ’88 só tinha havido 5 presidenciais (’88, ’92, ’96, ’00 e ’04). Para mais, tinha havido sempre um incumbent. Logo, a conclusão que poderia tirar é que a probabilidade de não ficar tudo decido na Terça-Feira, em eleições com um incumbent, era de 20%. Admito que este ano essa probabilidade seria menor (já que foi uma Hiper-Tuesday). Mas este ano não havia nenhum incumbent! Logo, a incerteza abrangia os 2 partidos, e não apenas um!
    É quase como análises que se fazem das nossas eleições, como o espanto perante a eleição do primeiro Presidente oriundo da direita. A estatística (que abrangia uns espantosos 3 Presidentes antecedentes) dizia que tal não era possível…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.