Mugabe é fixe (2)

Pergunta o Gabriel qual seria a resposta se o convite em cima da mesa não fosse para Mugabe mas sim endereçado a outro dos rapazotes de bons costumes do continente africano.

Quanto a mim a pergunta é errada, porque irrelevante. A questão relevante, quanto a mim, é a de se será legítimo à União Europeia, enquanto não nos é impingido o zombie da constituição europeia, intervir em termos de negócios estrangeiros em nome próprio, quando presentemente a lógica que (ainda) preside à política de negócios estrangeiros (aquela intervençãozinha ridícula do senhor Solana) é a intergovernamentalidade.

Até que ponto é que presentemente a intervenção com vida própria das instituições da UE contra a veemente vontade de um dos seus membros não é tão somente mais um testemunho da sucessiva usurpação de poderes a que esta se tem vindo sistematicamente a dedicar nos tempos mais ou menos recentes?

2 pensamentos sobre “Mugabe é fixe (2)

  1. eu também concordo com o aqui dito sobre a «legitmidade» da UE para actuar a nível internacional. E acho que o JM tem razão nesta posta: http://ablasfemia.blogspot.com/2007/10/gangs.html

    No entanto, independentemente do que eu entenda o que deva ser o correcto ou desejável, o certo é que a UE tem de facto, de per si, relações com a União Africana (a quem é dirigido o convite global e não a cada um dos países africanos) nomeadamente em termos de negociação de acordos de comércio (OMC, parcerias, acordos aduaneiros), de ajuda ao «desenvolvimento», controle de imigração, fronteiras, segurança, coperação, educação, situação humanitária, agricultura, etc.
    Encaro portanto com normalidade a realização de uma cimeira entre as duas partes, estranhando isso sim que a última tenha sido há 7 anos.

    Eu só não entendo é a selectividade sobre Mugabe quando se anda ao colo com os outros todos. Seja o UK seja Portugal ou os outros.

    Também estranho que com tanta gente indignada não esteja a ser organizada uma manifestação para o local da reunião (onde eu certamente estaria preesente), nem ninguém se tenha lembrado de pedir que Baltazar Garçon estivesse no aeroporto com um mandatozinho na mão……

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.