Sicko: Michael Moore vs. Reality

Hidden costs of Canadian health care system. Por Brett J. Skinner.

In a pivotal scene in ’’Sicko,’’ filmmaker Michael Moore marvels at Canada’s single-payer health system, suggesting that it is a medical utopia. ’’It’s really a fabulous system,’’ explains one healthy Canadian, ’’for making sure that the least of us and the best of us are taken care of.’’

But healthy people don’t use much health care. If Moore had interviewed ill Canadians, he would have gotten a whole different story.

In reality, Canada’s health care system is not the paradise Moore presents.

I should know: I live there.

Consider Canada’s notorious waiting lists. In 1993, Canadians referred by their doctors to specialists waited an average of 9.3 weeks for treatment. By 2006, it was 17.8 weeks — almost twice what’s considered clinically reasonable.

(…)

Canada’s cost advantage is also an illusion. True, Canada spends less per GDP on medical care than America — but so does Ethiopia. Such comparisons are meaningless without considering value for money. And compared to Americans, Canadians get relatively little in return for the money they spend. Canada’s single-payer system does not cover many of the advanced medical treatments and technologies that are commonplace in America, and Canadians have access to fewer doctors, fewer treatments and fewer new drugs.

Yet in Canada, public spending on health care is still growing faster than the ability of the government to pay for it. As of 2006, public health spending in six out of 10 Canadian provinces was on pace to consume more than half of total revenue from all sources by the year 2020 — without even taking into account the added pressures from an aging population. As of 2003, the growing unfunded liabilities for health care reached 46 percent of Canada’s total economic output.

These are the hidden costs of Canada’s health system, and they’re far worse than the monetary price of U.S. medical care. But Michael Moore is not interested in such facts. He makes fictional films.

Anúncios

4 thoughts on “Sicko: Michael Moore vs. Reality

  1. Carlos Carvalho

    Eu tambem vivo no Canada’ e apesar de ainda nao ter visto filme, ja’ tinha ouvido dizer todas as coisas acima citadas. E’ de gargalhar dizer-se que o sistema canadiano e’ excelente ou mesmo bom. Interminaveis esperas nas urgencias (>6 horas ja’ eu la’ estive), longas listas de espera para especialistas, falta de enfermeiro(a)s ja’ que se paga melhor nos EUA.

    Canadianos com posses e com doencas graves ou ‘a espera de cirurgia nao esperam pelo sistema canadiano. Os hospitais privados do estado de Michigan estao cheios de candianos que simplesmente estao fartos de esperar.

    O mesmo acontece em Portugal. Carlos Cruz teve um cancro na boca, foi para Inglaterra, a esposa de Guterres estava numa clinica privada em Inglaterra, etc etc. E’ caso de do as I say not what I do.

  2. Seguramente, vcs têm ouvido falar muito do blogger supostamente “progressista” Markos Moulitsas (DailyKos). Sabiam que a sua familia “humilde” em El Salvador tinha recebido milhões de dólares do governo dos E.E.U.U.? Sabiam que a familia dele era representante exclusivo do maior produtor internacional de sal para mesa e industria? Sabiam a essa industria tinha escritorios em Odessa, Texas, onde naceu o presidente George W. Bush?

    Têm que ver ESTE ARTÍCULO a mitade do qual está escrito em Espanhol, a base de sites em El Salvador. Não vão acreditar quem pode passar por “progressista” nos Estados Unidos!

  3. «Canada’s cost advantage is also an illusion. »

    Uma ilusão? O que aqui é dito é que as pessoas que têm dinheiro e doenças mais “urgentes”, no Canadá, vão aos privados. Tudo normal.

    O que é estupidamente óbvio, é que nos EUA, também só vai aos privados, quem tem dinheiro. Quem não tem, nem esperança tem, pois quer seja urgente, ou não, dificilmente tem acesso.

  4. É certo o que Jama fala sobre saude nos Estados Unidos. Eu tenho mais acesso a médicos em Brazil como estrangeiro do que eu tinha nos Estados Unidos como advogado. Em Brasil, posso ver o dentista no mesmo dia mentras que nos estados unidos mesmo os ricos têm que esperar dois ou tres semanas, ou mais.

    Sobre algo diferente:

    Markos (DailyKos) Moulitsas ZÚÑIGA’s Rich and Powerful Hotel/Condo “Family Business” Pollutes Unique Salvadoran Estuary and Threatens Wildlife Species.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s