CDS-PP defende “formação contra a homofobia”

Arraial Pride 2007Assim se vê o miserável estado da suposta direita partidária portuguesa: representante do CDS-PP defende formação “anti-discriminação” e “contra a homofobia” e apoio público ao Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa e ao Arraial Pride.

Tudo num debate promovido pela Associação ILGA Portugal:

Teresa Caeiro (CDS-PP) referiu o artigo 13º da Constituição, dizendo que a discriminação deve ser combatida sem tréguas (política de tolerância zero), nomeadamente na política de habitação. Manifestou dúvidas quanto à necessidade de visibilidade LGBT. Afirmou o seu apoio a medidas de formação anti-discriminação bem como a aquisição de bibliografia de temática LGBT nas bibliotecas municipais.

Relativamente ao Arraial Pride, manifestou o apoio à sua centralidade, desde que salvaguardados aspectos ambientais e de ruído. Referiu ainda ter sempre sido apoiado pelo CDS-PP o Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa. Defendeu também a formação de funcionári@s da CML contra a homofobia, bem como junto das escolas. No que diz respeito ao CCGLL, afirmou que a Câmara teria que ser “pessoa de bem” enquanto proprietária.

Anúncios

33 thoughts on “CDS-PP defende “formação contra a homofobia”

  1. Miles

    Pelos vistos o CDS/PP é uma escola regimental com tanta disciplina que o pessoal acaba por desertar para a esquerda ou para os seus principios…
    Venha mais um sociólogo que faça uma tese acerca do assunto…

  2. E deste post obviamente tiramos a conclusão que pela vontade do seu autor a homossexualidade seria crime ou coisa parecida. Ou, no mínimo, que uma discriminação deveria ser encorajada.

  3. sérgio

    “Essa agressividade contra os gays esconde algo.
    Parece-me que anda por ai gente insegura da sua masculinidade…”

    Apoiado!!!

  4. “Essa agressividade contra os gays esconde algo.
    Parece-me que anda por ai gente insegura da sua masculinidade…”

    Parece que ainda ninguém reparou na agressividade de muitos homossexuais para com os heterossexuais. Mas aqui de certeza que não pode haver inseguranças.

  5. Jose Sarney

    Acha o CDS/PP que vai lá, só porque aposta no “politicamente correcto”! Aliás, como Nobre Guedes ainda recentemente, no Espesso, vem fazer a apologia do Estado Social, que nem os Socráticos fazem….

    A estagnação continua, se continuarmos nesta “chafurdice ideológica”.

  6. “Ou, no mínimo, que uma discriminação deveria ser encorajada.”

    Aquilo que eu entendi do Post é que a Direita não devia perder tempo a defender descriminações positivas.

    Mas posso ter percebido mal…
    .

  7. Já agora alguém me pode esclarecer uma dúvida :

    Um homosexual poderá eventualmente ter (ou terá mesmo) algum “horror” às relações heterosexuais.
    Isso, não se enquadra também, na categoria das “fobias”, ou seja uma heterofobia ?

    Nesse caso o CDS também vai propor formação “contra a heterofobia” ?…
    .

  8. O cartaz é giro, e os dois rapazes não ficam nada mal. Apenas peço que quando levarem para imprimo-los na reprografia, não o mandem descontar no meu IMI. Estas iniciativas têm todas as condições para serem sustentados por dinheiro privado.

    Muito obrigado

  9. Nonsense

    Essa gaija é doida.
    E mais doidos, aqueles que lhe dão ouvidos.
    Ponham a doida na rua.

    ‘Oh coisinho Sérgio’, a homofobia é patrocinada pelo homossexuais: com tanto ‘cartaz’, tanta pressão e agressividade de imporem modos e hábitos contra natura aos heterossexuais, estão à espera do quê?!! Ou para o campo de concentração ou para o gulag, é indiferente para onde vos mandam.

  10. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » Leitura recomendada (e na íntegra)

  11. Nonsense

    Eu também respeito o direito das outras pessoas; exijo é que, respeitem também o meu.
    Sucede que, tendo em conta que o lobby homossexual é fortíssimo e está em peso e força em todos as áreas do poder: da Magistratura, à política, é impossível as pessoas não se sentirem esmagadas com a agressividade e insistência com que impõem (sim, é a expressão correcta: impõe) a sua ‘visão do mundo’ àquelas outras pessoas que não são como eles.

    Raros são os que, respeitam aqueles que não são como eles.

    Não há liberalismo que aguente a ‘estucha’.

  12. Libertas

    Refunde-se o CDS!

    Depois de no governo ter perseguido os contribuintes, agora promove a paneleirada!

    E depois apanham 2%!

    Direita, onde estás tu?

  13. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » "Estabelecimentos LGBT ou LGBT-friendly"

  14. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » Campanha do CDS-PP em Lisboa vai de mal a pior

  15. Ari

    Já agora alguém me pode esclarecer uma dúvida :

    Um homosexual poderá eventualmente ter (ou terá mesmo) algum “horror” às relações heterosexuais.
    Isso, não se enquadra também, na categoria das “fobias”, ou seja uma heterofobia ?

    Eu respondo: um homossexual não consegue ter relações amorosas com alguém do sexo oposto, porque simplesmente não se sente atraído… tal como um heterossexual não se sente atraído por pessoas do mesmo sexo. Fala-se em homofobia quando a pessoa em causa não respeita a orientação sexual do outro.
    Bem, e se fosse a vocês tinha cuidado, conheço mta gente, inclusivé eu mesma, que falava mal dos homossexuais porque não se queria assumir (pois fui criada numa sociedade d ignorantes e preconceituosos). O facto de ser lésbica que eu saiba, não prejudica nenhum d vcs, pk é k têm d perder tt tempo a flr do assunto?

  16. Pingback: blogue atlântico » Blog Archive » Reeducação progressista-fracturante

  17. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » Telmo, o extremista?

  18. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » O PNR e o CDS-PP nas sondagens para as eleições intercalares em Lisboa

  19. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » Telmo 2007 ?

  20. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » Primeiras impressões

  21. Pingback: blogue atlântico » Blog Archive » 4/8 Da pluralidade e da tolerância

  22. Max

    Nonsense: o que me diz do lobby católico? Quer maior imposição que a feita pela igreja? Ou será que o Igreja não ‘está em peso e força em todos as áreas do poder: da Magistratura, à política’, ou será que não ‘é impossível as pessoas não se sentirem esmagadas com a agressividade e insistência com que impõem (sim, é a expressão correcta: impõe) a sua ‘visão do mundo’ àquelas outras pessoas que não são como eles’? Não sou homosexual nem activista pelos seus direitos. Acho que grande parte das manifestações de orgulho gay são ridículas e os prejudicam mais do que ajudam. Isto, contudo, não invalida que o sentimento homofóbico que grande parte da direita tem, seja primitivo, reaccionário e bárbaro. Acho que vc terá que decidir se quer viver cá ou no Irão.

  23. Roberta

    Bom,creio q ñ seria necessário uma lei q protegesse os homossexuais se a sociedade fosse mais fléxivel as diversidades existentes,porém como vivemos em mundo onde a maioria das pessoas possuem a cabeça como pensamentos arcaicos,ou seja,pensamentos de uma sociedade conservadora ,creio q esta lei possa contribuir mt para a diminuiçao ads agressoes sofriadas pelos homossexuais!Penso q seja necessario q as pessoas passem a ver as diversidades com mais respeito!E outra coisa essa sociedade machista e conseravdora existe no país n precisa se preocupar por q tenho certeza q os homossexuais ñ vão fazer nd q possa horrorizar ou constrangir qualquer pessoa,tds so querem o direito de ir e vir como qualquer outra pesssoa existente no planeta!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s