Sócrates Deve Pedir a Demissão

(também publicado aqui)

Se o meu vizinho me acusar de lhe roubar qualquer coisa, tem de o provar. Se eu afirmar que sou médico, cabe-me a mim prová-lo. Pois se há presunção de inocência, não há presunção de qualificação. Uma pessoa não está habilitada a exercer medicina até prova em contrário, só a pode exercer se provar possuir as qualificações necessárias. Por isso mesmo os protestos de José Sócrates de estar perante a caricata situação de ter de “provar a inocência” não fazem sentido. Pois foi ele que afirmou ter um curso, é a ele que cabe provar que o tem, não aos jornais ou aos cidadãos provar o contrário.

Ora, as “explicações” que Sócrates deu na televisão são manifestamente insuficientes. Mais ainda, entram em contradição com factos que entretanto vieram a lume. E o seu comportamento tem-se caracterizado pela dissimulação (a frase acerca do momento em que conheceu um dos seus professores, a ausência de uma menção à sua curta frequência do curso de direito na Universidade Lusíada), não por um esclarecimento satisfatório das dúvidas que surgiram acerca do seu passado. Particularmente graves são os factos que mais recentemente se tornaram do conhecimento público: os diferentes certificados com cadeiras e notas diferentes, e os números de telefone com indicativos que só surgiram em 1999, presentes em documentos datados de 1996, que parecem confirmar a tese de que a sua licenciatura foi objecto de favorecimento pouco lícito por parte da UnI a um deputado e membro de um Governo.

Neste momento, José Sócrates deve pedir a demissão do seu cargo de Primeiro-Ministro. E não apenas por estar em causa um comportamento “pouco digno” por parte de alguém que ocupa um cargo com a importância do de Primeiro-Ministro. Afinal, desde que foi eleito, Sócrates ainda não fez outra coisa que não atirar areia para os olhos dos cidadãos, e até agora não foram muitos os que ficaram incomodados. Deve pedir a demissão, porque à medida que os factos contraditórios (alguns) e comprometedores (todos) sobre o seu passado se tornam cada vez mais evidentes, ou estes acabam por ser enterrados por uma comunicação social servil (o que seria inaceitável, e que justificaria uma imediata intervenção do Presidente da República), ou a discussão em seu torno acabará por corroer a actividade do governo.

Desde 2005 que Sócrates vive no Olimpo, idolatrado como um homem “firme”, “competente” e “credível”. Mas como diz o filósofo Yorke, “gravity allways wins”, e o “bluff” de Sócrates na entrevista à RTP talvez acabe por lhe sair demasiado caro. A multiplicidade de explicações para os mesmo factos mostram uma atrapalhação que contrasta com a “firmeza” que até agora tem sido mostrada aos crédulos. O fantasma de uma licenciatura comprada com favores afecta a imagem de “competência”, e as dissimulações e incongruências minam a suposta “credibilidade” do Primeiro-Ministro. Para além do mais, as dúvidas acerca do seu passado concentram a atenção mediática, e se a desviam de temas desconfortáveis para o governo (como as notícias de um crescimento insignificante em comparação com a “Europa”, ou de um desemprego cada vez maior), também a desviam da sua propaganda (veja-se como o monólogo propagandístico na entrevista de quarta-feira quase passou despercebido nos telejornais dos dias seguintes, ao contrário do “caso” da licenciatura). E sem a propaganda, este Governo não é nada.

Ao permanecer no cargo, Sócrates vai apenas atrair cada vez mais atenção para o seu passado, e o nevoeiro que paira sobre ele irá fragilizar a acção do governo. E se Sócrates não perceber isto, talvez fosse bom que alguém no PS e no Governo, para bem deles próprios, o fizessem vê-lo. Uma coisa é certa: continue Sócrates no poder ou não, todo este “caso”é apenas mais uma facada na credibilidade da democracia portuguesa, e irá conduzi-la mais uns passos no sentido da sua progressiva degradação.

Anúncios

7 pensamentos sobre “Sócrates Deve Pedir a Demissão

  1. a.melo

    Parece-me importante que se perceba melhor e denuncie,por razões de higiene política e moral,a teia de interesses que está a apoiar o Sócrates,para alem da escandalosa cobertura e apoio que lhe dá uma comunicação social na sua generalidade vendida ao governo.São sigificativos os apoios da esquerda mas principalmente da direita dos interesses mais turvos,como é o caso de Dias Loureiro e Duarte Lima,principalmente este,grande(e íntimo…)amigo de Sócrates de longa data.Já em 2.000,quando o PS tinha o mesmo número de votos que a oposição, no parlamento, e precisava de fazer aprovar o orçamento,foi o D.Lima,a pedido e em conluio com o Sócrates,que viabilizou o dito orçamento,arranjando maneira de faltar,a pretexto de que tinha que estar em Paris…Este canalha é capaz de traír a mãe,quanto mais o partido que lhe deu visibilidade e oportunidade para os negócios mais sórdidos.São estes os aliados “externos” do Sócrates.

  2. galego

    Nem tudo vale em política e sei que ainda há homens que prezam o facto de serem livres e honrados. Tenho razões para crer que alguns dos colegas de governo não estarão disponíveis para prosseguir o seu trabalho honesto e genuíno sob as orientações de alguém que no percurso da sua vida se mostrou disponível para estas trapalhadas.

  3. José Luís Pereira

    Não acredito!
    1)nas estapafúrdias explicações
    2)nem que ele saia pelo seu pé
    3)nem que alguém o faça sair
    4)nem que os seus pares o afastem e muito menos se fastem dele
    5)nem os eleitores o afastarão, infelizmente
    6)nem que o PR o faça
    7)nem que o PGR investigue
    8)nem que Jaime Gama investigue na AR
    9)nem que a economia melhore
    10)nem neste País!
    11)nem que vá votar na próxima vez, apesar de poder fazê-lo como voto negativo para o derrubar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.