Mais uma trampolinada?

Noutros tempos, já distantes e por isso esquecidos nas brumas dos arquivos das redacções, houve um governo cujos membros tinham uma espécie de coro grego a espiar-lhes por cima dos ombros. Sempre que um dos governantes se espalhava ao comprido e dizia ou fazia um disparate, o coro gritava em uníssono: “Trapalhada! Trapalhada!”.
O gosto pela prática da música coral (versão tragédia grega) foi-se perdendo e nos dias que correm a música é outra.
Eu falo por mim, mas, reconhecidamente nostálgico de músicas de outras épocas, aprecio as oportunidades de trautear palavras já poucos usadas, ainda que com novos arranjos.
Por isso cá vai (cough, cough – limpando a garganta): “Trampolinada!, Trampolinada!

Teixeira dos Santos diz que “não será possível o recurso ao crédito bancário, na medida em que isso iria onerar inevitavelmente o défice no próximo ano”.
(…)fica definitivamente rejeitada pelo Governo a ideia defendida por João Cravinho (…) de que o IEP deveria recorrer ao crédito enfrentar o buraco financeiro de 700 milhões de euros, nas suas contas(…)[a qual] não tinha sido posta de parte pelo ministro das Obras Públicas, Mário Lino(…)[que] tinha afirmado que “esse é um modelo que estamos a tratar e, quando estiver pronto, explicaremos”.

E pronto. A vida segue enquanto todos assobiam para o lado como se não tivessemos de aturar esta gente.

Um pensamento sobre “Mais uma trampolinada?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.