MSNBC Vs Fox – Quem é mais ideológico?

Que a Fox era injusta com o Obama, qualquer Português já sabia (rácio de 7,67 notícias negativas por cada positiva)

Agora o enviesamento da MSNBC contra Romney (rácio de 23,67!) até a mim me surpreendeu!

Podem ler o artigo completo aqui.

Opinião do The Baltimore Sun:

That’s not a news channel. That’s a propaganda machine, and owner Comcast should probably change Phil Griffin’s title from president to high minister of information, or something equally befitting the work of a party propaganist hack in a totalitarian regime. You wonder how mainstream news organizations allow their reporters and correspondents to appear in such a cauldron of bias.

I thought show host Sean Hannity of Fox News defined party propagandist. But while his channel was bad, it wasn’t as bad-boy biased as MSNBC.

About these ads

E o burro é o Romney ?

Se a estupidez pagasse imposto. Por Rui Oliveira.

O texto de ontem do Público é paradigmático de como a comunicação social portuguesa (no seu enviesamento esquerdista) tratou o assunto, como se fosse algo sério. O texto do Diário de Notícias é ainda de uma maior má-fé. O artigo do Correio da Manhã demonstra laxismo e preguiça. também. Vê-se que o jornalista (nem este nem os outros) tiveram qualquer dúvida em tomar o material recebido como bom e nem sequer se interrogou se aquilo era bem verdade.

Isto mostra também como é a imprensa actualmente. Recebe-se umas coisas do estrangeiro, não se pensa sobre o assunto, debita-se para o jornal (frequentemente em tradução mal amanhada), e pronto, já está!

Uma comédia mediática. Por Nuno Gouveia.

Hoje de manhã os meios de comunicação em Portugal pareciam ter descoberto a pólvora: Mitt Romney queria abrir as janelas dos aviões. Alguns meios diziam mesmo que o candidato republicano estava indignado porque não o podia fazer. Estava instalada a comédia. Eu tinha lido ontem a notícia num site americano, e logo me pareceu que tinha sido apenas uma piada. Confirmei. Claro que a esquerda americana tentou pegar no assunto, sem grande sucesso. E nem a campanha de Obama o fez. Na verdade poucos meios tocaram no assunto, pois era evidente que tinha sido uma piada, como agora o Público relata na peça publicada esta noite, com declarações de jornalistas que estavam presentes na sessão de angariação de fundos. Mas qual a razão para isto ter tido tanto destaque nos media portugueses? Incompetência? Parcialidade? Irresponsabilidade? Talvez um misto dos três, mas a verdade é que não ficam bem na fotografia.

Rand Paul e os apoiantes de Ron Paul

Ron Paul Supporters Are Really Pissed That Rand Paul Endorsed Mitt Romney

“I think Rand Paul believed he could build from his father’s base,” said Brian Doherty, a journalist who has been covering the Ron Paul Revolution since the late 1990s. “But I think he has probably found in the last 24 hours that this might prove more difficult than he expected.”

But Doherty told Business Insider that he was not completely surprised that Sen. Paul opted to endorse Romney. Unlike his father, Paul has frequently shown a willingness to work with the GOP Establishment, and has previously indicated that he planned on getting behind whoever his party picked as the nominee.

“There are a lot of Ron Paul people who like to think of themselves as a ragtag rebel army,” Doherty said. “But Rand Paul is clearly positioning himself to play the part of the loyal opposition in the Republican Party. Emphasis on loyal.”

Continuar a ler

Romney venceu, os outros é que ainda não se aperceberam

Was Illinois the turning point in the Republican race?.

FROM CNN’s Jack Cafferty:

It’s just about over.

While Mitt Romney didn’t score a knockout in Illinois, to borrow a boxing metaphor, but he landed enough blows that his opponents may soon be unable to answer the bell for the next round.

And it’s a bit ironic that the Republican primary fight may have been decided in the Democratic president’s home state.

Romney’s win was impressive – double digits and, in just about every exit poll category that was measured, save evangelicals and very conservative voters.

Rick Santorum’s showing was far from impressive. He got little support from beyond his base. But more importantly, he showed again he is incapable of winning a large midwestern state. And there simply are not enough Louisianas, Alabamas and Mississippis to get him to the nomination.

Newt Gingrich finished dead last. He has now gone from contender to curiosity to nobody cares. He’s toast.

Ron Paul, who may have the best set of ideas for solving some of our big problems, has just not been able to connect with enough voters to make a difference.

Finally, if Romney goes on to win the nomination, the Republican voters will have settled for the moderate in the middle. Sort of what the vast majority of this country has always been about. And his victory will be a slap in the face to the Tea Party.

Romney’s now looking past these tune-up fights toward the big title bout in November, and the rest of the country is starting to do the same.

Here’s my question to you: Was Illinois the turning point in the Republican race?

Sim, parece que foi desta. Vamos ver quando (ou se…) o Gingrich e Santorum concedem.

Nevada: Paul + Romney; Gingrich afunda-se

Romney ganhou no Nevada – com quase 50% dos votos – e está já próximo de deter a aura de inevitabilidade que fará os Republicanos se unirem atrás do eventual nomeado.

Perante isto, chamo só atenção para 2 notas:

1. Ron Paul aproxima-se de Romney que, verdade seja dita, era o candidato mais próximo de Paul desde o início – e que é provada pelas boas relações de Ann Romney and Carol Paul. Sinais:
Revolution PAC diz que só Paul e Romney podem ganha a Obama.
Washington Post sobre esta aliança.
Jovem sobre a necessidade da união para salvar o GOP.
Paul defende Romney 1.
Paul defende Romney 2.
Semelhança dos planos dos 2.
Relevância da Recomendação de Voto de Ron Paul.
Mais um…

2. Gingrich ten o coração perto da boca. Dá-lhe combatividade, mas fá-lo cometer certos erros. Especialmente sobre pressão.
‘THIS IS WHAT FAILING LOOKS LIKE’.

Romney vence a Gingrich na Florida

Dos 2 candidatos que concorreram na Florida (Santorum e Ron Paul cedo desistiram dado a Florida usar a regra “The winner takes all”, concentrando-se nos próximos), Romney obteve uma expressiva vitória:

- Notícia no Público

- Nº de Delegados na CNN:
Romney: 84 (Estados: 7+7+2+50, RNC 18)
Gingrich: 27 (Estados: 2+0+23+0, RNC 2)
Paul: 10 (Estados: 7+3+0+0)
Santorum: 8 (Estados: 7+0+0+0, RNC 1)

- Resultados da Florida na CNN (98% contados):
Romney: 771,842
Gingrich: 531,294
Santorum: 222,248
Paul: 116,776

- Divisão dos votos na CNN:
Romney vence quase tudo, Gingrich vence os extremamente conservadores

Notas:
1. Gingrich parece estar a perder votos a nível nacional. Ainda bem. Bush já destruiu o Partido Republicano o suficiente e certamente o divisivo Gingrich não iria ajudar.
2. Santorum é engraçado. Mas está a um passo de ter que sair.
3. Ron Paul não vai ser o nomeado, mesmo apostando nos “caucuses”. Mas o objectivo já não é esse desde a Carolina do Sul.
4. Romney vai ser o nomeado. Podia ser pior… podia ser o Newt.

Resultados da Carolina do Sul

Podem consultar os resultados que interessam (delegados) aqui.
Newt Gingrich 40% – 243.153 (23 Delegados) (possivelmente 25)
Mitt Romney 28% – 167.279
Rick Santorum 17% – 102.055
Ron Paul 13% – 77.993
Rick Perry 0% – 2.494

Podem ver o mapa com os resultados desagregados aqui.

Os 23 delegados atribuídos a Newt reavivaram uma campanha em “suporte-vida”.

Considerações:
Romney pode ganhar por ter perdido
Ron Paul assume que a partir de agora só está à procura de Delegados
5 lições que a CNN aprendeu desta primária
CNN olha para próximas primárias

Notas pessoais:
– Ron Paul nunca teve muitas hipóteses. Agora tem +/- 0.
– Mitt continua a ser o mais provável vencedor, como afirma o Intrade
– A minha ordem de preferências: 1) Paul, 2) Mitt, 3) fanáticos Newt e Rick