Mais um contributo para a união da extrema-esquerda

joana_amaral_dias

Movimento Juntos Podemos pode dar lugar a um novo partido

O Juntos Podemos pode transformar-se num novo partido para concorrer às próximas legislativas. Nada está fechado. “A fórmula organizativa vai ser discutida e aprovada democraticamente”, afirma ao i Joana Amaral Dias, uma das promotoras da assembleia do Juntos Podemos, um movimento que se inspira no Podemos espanhol.

Monty Python – Life of Brian – PFJ Splitters

Chernobyl e Pripyat

Chernobyl deixou de ser segredo (imagens de drone)

Um vídeo de Danny Cooke, que esteve na região para filmar uma reportagem para o “60 Minutos”, permite conhecer a cidade fantasma de Pripyat, perto de onde se deu o desastre nuclear em 1986.

XX(X) Congresso do PS (3)

Citando Harry Potter:

“We do not speak his name”
“He who must not be named did great things. Terrible yes, but great.”

Terceira dúvida: será que no Congresso se vai enaltecer os “grandes feitos” dos governos socialistas liderados por Sócrates, sem sequer o nomearem?

Novas Igrejas e novos beatos

Lembrei-me disto por causa da repetida presença da deputada Isabel Moreira nos media ontem e hoje devido à coisa das subvenções vitalícias. É off-topic mas pronto. No vídeo acima o Frank Zappa participa no Cross Fire, programa na TV que julgo ainda existe. Como é tão evidente hoje que até dói, está carregadinho de razão. Faltou-lhe dizer aos idiotas que o acompanhavam que liberdade de expressão é a liberdade de dizer o que os outros não querem ouvir. Lembrei-me porque há tantas letras do Zappa que, fosse hoje, e os idiotas seriam outros. A direita religiosa foi substituída pelos novos censores da esquerda lunática. O que de alguma forma confirma o que intuo, que os “progressistas” são os novos conservadores. E radicais. Temas como Bobby Brown Goes Down, Dinah Moe Hum, Jewish Princess, etc seriam hoje atacadas pela Brigada Lunática (em Portugal bem representadas pelo BE, Livre e parte considerável do PS) como se não houvesse amanhã. O mínimo que chamariam ao Zappa seria misógino, homofóbico, fascista, reaccionário e assim. Como os tempos mudam. O culminar de tudo isto são os novos beatos, os moralistas a quem o Diácono Anacleto Louçã veio dar voz e que, agora, estão representados na deputada mais beata de que tenho memória. A (diz que) constitucionalista Isabel Moreira a quem o pai (pouco menos que um traidor assumido de gente séria e os Botelho Moniz que o digam) não deu chá nenhum quando ela era pequena. Não suporto beatos, nunca suportei, mas deputada e beata está pouco menos que acima de morcão.

Recordando Leonard Liggio (3)

Remembering Leonard Liggio (Tom G. Palmer)

Leonard Liggio was an important pillar in the modern libertarian movement and someone who connected modern libertarian ideas with their historical antecedents. Tom G. Palmer comments on Liggio’s impact on ideas and libertarianism.

Leitura complementar: Leonard Liggio: uma vida dedicada à liberdade.

Leonard Liggio (1933-2014)

Obrigado por tudo.

Leonard Liggio on the Rise of the Modern American Libertarian Movement

IN MEMORIAM: LEONARD LIGGIO

Leonard P. Liggio, Executive Vice President of Academics at Atlas Network, passed away October 14, 2014 at the age of 81.

Leonard’s career advancing liberty spanned seven decades, during which time he served as the President of the Mont Pelerin Society, the Philadelphia Society, and the Institute for Humane Studies, where he later continued to serve as its Distinguished Senior Scholar. He was a professor at George Mason University, a visiting professor at the Universidad Francisco Marroquín, a board member of the Competitive Enterprise Institute, and a Trustee of Liberty Fund.

Alex Chafuen and the late John Blundell once wrote that, if F.A. Hayek was the great architect of the revival of classical liberalism, then Leonard has been its “great builder, building a worldwide movement… one career at a time.”

António Costa, o “Gandhi de Lisboa”

antonio_costa_gandhi_de_lisboa

A comparação que faltava: Jornal indiano chama “Gandhi de Lisboa” a António Costa

O Hindustan Times, um dos jornais em inglês com maior circulação naquele país, encontrou uma designação curiosa para descrever o também candidato socialista a primeiro-ministro, a quem chama “Gandhi de Lisboa”, devido à sua vida espartana.

Continuar a ler

Sobre a aprovação da absurda nova Lei da Cópia Privada (2)

Maria João Nogueira no Canal Q, sobre a absurda nova lei da cópia privada.

A lei da cópia privada é uma ausência de resposta :: Inferno T4 Ep.13

Leitura complementar: A nova Lei da Cópia Privada: uma mancha notável.

O aviso de George W. Bush sobre o Iraque, em 2007

President Bush Warns What Would Happen if the U.S. Withdrew from Iraq Too Early

Flashback: President George W. Bush Warned of What Would Happen If the U.S. Withdrew From Iraq Too Early

Facing criticism from opponents of the Iraq War after ordering a troop surge in 2007, President George W. Bush issued a warning of what would happen in the future should the United States withdraw armed forces from Iraq. Now, seven years later, the president’s admonition mimics what’s happening in Iraq today.

“A Cultura apoia António Costa” (3)

Mais um momento de pura genialidade artístico-cultural do grande Bel’Miro: Bel’Miro apoia António Costa

Apesar da omissão nos meios de comunicação social, há artistas que transcendem o mainstream e que também apoiam António Costa. É o caso de Bel’Miro, artista plástico e cineasta. Em 2012, Bel’Miro queixava-se da demora do subsídio do ICA para o seu filme “Arminda, a meretriz desdentada”, baseado no mashup da obra de 1879 de Camilo Castelo Branco, “Eusébio Macário” e do jornal A Bola.

Esta curta-metragem, “Kant e o Papagaio”, é uma síntese em 2 minutos da história de Portugal entre 1095 e 2014, com particular ênfase no período 1655–1659 (quase 5 segundos) e conta com a participação da Câmara Municipal de Arrabalde de Baixo.

Kant e o Papagaio

“A Cultura apoia António Costa”

João Botelho apoia António Costa

Os Maias. Por Vitor Cunha.

O apoio financeiro atribuído a “Os Maias – (alguns) episódios da vida romântica” de João Botelho pelo ICA foi de 600.000,00€. De acordo com o produtor do filme, Alexandre Oliveira, da Ar de Filmes, o financiamento chegou aos 1.500.000,00€, com a participação do ICA, do Montepio, do Brasil [sic], e da Câmara Municipal de Lisboa.

O PS é a minha musa

Inspirada pelo comovente house sharing socialista e por uma boa questão do Paulo Gorjão no twitter sobre a natureza dos militantes socialistas que vão votar nestas primárias – e que, como se sabe, alguns já foram objeto de uma certidão de óbito -, e, ainda, por outra coisa que estou presentemente a escrever, aqui vai uma das cenas preferidas das minhas crianças do Hotel Transilvânia.

Boaventura de Sousa Santos em versão rap

Boaventura de Sousa Santos vira rapper em ensaio de hip-hop baseado em sua obra

Jesus caminha/ caminha com alguém/ que pode ser ninguém/ Allah caminha/ nas ramblas de granada/ e não acontece nada

Uma opinião de Boaventura Sousa Santos. Por Paulo Tunhas.

É sempre bom as pessoas saberem que há pessoas como Boaventura Sousa Santos que se acham incumbidas da missão de representar os “cidadãos do mundo”. Para se precaverem, é claro. Não vá alguém lembrar-se de as extinguir em nome do mundo.

Continuar a ler