O poder da ilusão sobre os iludidos

Totos

O primeiro-ministro deve “viver” numa realidade alternativa e espera que todos partilhem dessa ilusão. Observador:

António Costa não gosta de pôr as culpas em Bruxelas, mas afirmou, neste sábado, que “o Orçamento do Estado estava melhor antes da intervenção da Comissão Europeia”.

Pois… não olhem aos detalhes. Os números apresentados são mais importantes que as fórmulas usadas para os atingir. Fechem os olhos e acreditem na capacidade da geringonça tornar realidade o mais fantástico sonho. Existem unicórnios!

Só quem já viu o filme Inception (“A Origem”) percebe o seu significado, mas Costa e seus acólitos estão a precisar de um totem (objecto que que permite distinguir sonho de realidade):

 

Abriu a corrida aos Óscares

Video

Uma candidatura forte, pondo toda a carne no assador, para a nova categoria de Hipócrita em Papel de Destaque pela sua participação no blockbuster “Sei o Drone que Comandaste no Verão Passado”.

É que isto de chorar on cue não está ao acesso de qualquer um, e a Academia pela-se por um bom bocado de overacting.

Dois documentos

Os que gostam de rock’n roll não podem perder estes dois documentos. A vida de uma das últimas estrelas do rock (já não restam muitos, assim de repente só me ocorre o Keith Richards). Godspeed Lemmy.

lemmy_book

lemmy_dvd

Miguel Morgado interpela Mário Centeno

Miguel Morgado questiona o Ministro das Finanças

Adenda: Respostas do Ministro das Finanças Mário Centeno a Deputados

Harmonia de Esquerda

Em debate na SIC Notícias, Helena Roseta acaba de dar o exemplo da votação da Constituição como exemplo de cooperação e harmonia da esquerda, para rebater o argumento de José Matos Correia de que o PCP foi o principal inimigo do PS durante décadas. Afirmou-o enquanto deputada à Constituinte (pelo PSD, então PPD), dizendo que tem memória. E fez isto, ironicamente, no dia em que fazem exactamente 40 anos em cima do cerco a São Bento, quando o PCP ensaiava os passos para impedir o estabelecimento de uma democracia em Portugal.

Para termos ideia do grau da harmonia de esquerda referida, vale a pena ler as declarações da própria Helena Roseta, bem como as de Manuel Alegre, ao Público. Especialmente enternecedoras são as referências às armas distribuidas aos militantes do PS para combater o PCP numa potencial guerra civil. O video abaixo também é um exemplo de harmonia e camaradagem.

Paulo Portas defende governo de convergência de esquerda

A esquerda – em especial a mais radical – pode sempre contar com o oportunismo político de Paulo Portas para favorecer os seus intentos: Portas quer liderar maioria, mesmo que PS vença (13 de Maio de 2011)

Para o líder do CDS, não é importante na formação do próximo Governo se o PS tem mais votos: se a direita tiver maioria absoluta, governará.

Estas declarações devem ser vistas em conjunto com estas outras de António Costa: António Costa contra governo de convergência de esquerda.

Leitura complementar: Coligações perigosas.

Legislativas 2015: cobertura insurgente

Estamos na contagem final para o fecho das urnas em Portugal Continental. Às 20:00, com o encerramento nos Açores, podemos começar a ver os primeiros resultados das várias sondagens e estimativas do número de mandatos de cada partido.

Ao longo da noite podem seguir aqui no blog, no Twitter (#leg15 e feed aqui na barra lateral) e no Facebook a cobertura da noite eleitoral por parte dos vários insurgentes. Se ligarem televisão para o Porto Canal poderão, também, verificar a distracção do André Azevedo Alves enquanto lê os nossos e vossos comentários em todos estes canais. Até já.

Adenda: espero que o ex-insurgente Adolfo Mesquita Nunes tenha suficiente bateria no telemóvel. Se não, terá de pedir acesso a uma tomada na RTP1.

O melhor oponente de Passos Coelho é…

…Passos Coelho :D

Quer isto dizer que a alternativa ao voto na coligação Portugal à Frente é o voto no Partido Socialista? Claramente não! Se assim fosse teríamos, nas próximas eleições, o video das contradições de António Costa antes e depois do acto eleitoral. Aliás, já o faz agora:

A melhor opção é mesmo o voto nulo.

Futuro líder do Partido Socialista? (3)

António Costa, no XVII Congresso Nacional do PS, coordenou a moção de José Sócrates onde constava:

“[A consolidação orçamental] é um esforço que tem de ser feito para garantir o nosso empenhamento na criação de condições de financiamento da economia portuguesa, indispensável à actividade económica.”

Agora, quatros anos mais tarde, Costa renega as palavras que subscreveu.

Ao contrário do actual secretário-geral do PS, Rómulo Machado percebeu, mesmo contra a opinião de 97,2% dos seus colegas militantes, que havia necessidade de mudança de líder (ver video abaixo):

“O primeiro-ministro [José Sócrates] que nos conduziu a esta situação, o primeiro-ministro que conduziu Portugal a uma condição de bancarrota não tem condições para nos fazer sair dela.”

 

Leituras complementares: “Futuro líder do Partido Socialista?”; “Futuro líder do Partido Socialista? (2)”“A família (política) acima de tudo”

 

A lamentável postura intimidatória de António Costa na RTP

Paulo Baldaia muito bem sobre o inaceitável comportamento de António Costa ao tentar sistematicamente intimidar o seu entrevistador na RTP: O poder e a humildade.

Leitura complementar: Sócrates, sempre.