Apoio fraterno, solidário e cultural

tocosta

A Cultura Apoia António Costa, é o título da petição de rentistas pessoas e individualidades variadas que se acham “a cultura”. Tendo em conta a guerra civil que floresce no Partido Socialista e alimenta o anedotário nacional, não será de estranhar que os “culturistas” apoiantes de António José Seguro lancem uma contra-petição a defender o líder como o grande homem de cultura que o partido, o país e o mundo precisam. Quando for lançada a petição A Cultura Apoia António José Seguro, estarei na primeira linha para a anunciar. O divertimento é quem mais ordena.

A pândega é livre

RT

O movimento/partido/agremiação unipessoal Livre, apesar da utilização ilegítima madeirense - motivo pelo qual os empreendedores locais estarão à partida excluídos da formação de uma alternativa ao governo verdadeiramente cool- apela a mais um diálogo à esquerda a pensar nas legislativas. Aviso grátis: o diálogo será hilariante longo, tendo em conta o ranking das esquerdas mais convergentes.

Estoril Political Forum 2014

epf

Recordo que termina hoje o prazo para inscrições na edição 2014 do Estoril Political Forum, organizado pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa. O Estoril Political Forum 2014 terá lugar de 23 a 25 de Junho e tem como tema geral “Reconsidering the Third Wave of Democratization”.

O programa preliminar completo está disponível aqui. As inscrições podem ser feitas aqui.

Ainda relativamente ao IEP-UCP, decorre até 30 de Junho a 2ª fase de candidaturas ao MA in Governance, Leadership and Democracy Studies e até 11 de Julho a 1ª fase de candidaturas aos programas de Mestrado e a Doutoramento em Ciência Política e Relações Internacionais.

No parque temático do Largo do Rato

Kim (1)

 

A imagem data de 2 de Outubro de 1977 e capta o Querido Líder Kim Jong Il, no parque recreativo de Taesong, em Pyongyang, Coreia do Norte . Por cá, às 17.30 h iniciar-se-à a reunião no Largo do Rato entre o Tó-Zé e o Costa. Para a animar a brincadeira liderança só falta a confirmação da presença do camarada Tino de Rans.

 

Uma grande vitória eleitoral II

To

Partido Socialista discute com grande alegria e motivação o programa de governo apresentado pelo Tó-Zé ao país e aos europeus.

Os críticos de Seguro estão à espera que Costa dê o primeiro passo para o apoiarem como candidato à liderança. Outra vez. Entre os socialistas é evidente o desconsolo com a fraca vantagem sobre a coligação. Sábado há Comissão Nacional.

Nos países comunistas a democracia e a liberdade jorram por todos os lados

Escreve o deputado comunista Miguel Tiago na sua página do Facebook

·  A abstenção, o branco e o nulo são a maior das invenções do capitalismo. Se os que não estão satisfeitos com o capitalismo não votam, deixam a decisão nas mãos dos que estão. É a ditadura perfeita.

 

Esta gente não prosa nada com a liberdade.

Eles (ainda) levam o festival muito a sério (3)

Miguel, há muito que a União Europeia, a Nato e evidentes forças de cariz fascizante ameaçam o Império Russo através de um festival de cantigas.No Eurofestival do ano passado, o excelso Sergei Lavrov não apreciou que a cançonetista do seu país fosse roubada e aproveitou o balanço para jurar que  o ultraje não ficaria sem resposta. O Presidente do Azerbeijão, cuja votação telefónica está na base da tragédia russa, ordenou um inquérito. Desconheço o resultado do apuramento da verdade mas deve ter impedido que se multiplicassem homens-verdes e referendos, Azerbeijão fora. O ditador Alexander Lukashenko também levantou justas suspeitas sobre a falsificação dos resultados.

Compreender o putinismo

KIRILL KUDRYAVTSEV (AFP)

KIRILL KUDRYAVTSEV (AFP)

Vladimir Putin desdobrou-se. Comemorou o Dia da Vitória na Crimeia e em Moscovo desenvolveram-se as habituais e ridículas paradas militares. De qualquer modo, a razão das comemorações parece-me evidente: a URSS foi a vencedora da II Guerra Mundial e o ego do Putin precisa de constante exposição. A presença da personagem em Sevastopol era inevitável. Em síntese, o putinismo promove o culto do líder, o sistema de partido relativamente único, o militarismo oficial que de vez em quando decide exercitar-se fora de fronteiras e na reclamação de territórios situados em estados vizinhos, o domínio dos serviços de segurança, em modo qb o inevitável anti-semitismo e a xenofobia, um apertado controlo da comunicação e informação e um sistema de propaganda estatal bem desenhado. Neste sentido e para se tirarem alguns retratos de parte da realidade russa actual, aconselho a leitura do artigo The seductive power of Seliger, de Kristina Silvan onde passeamos pelo putinismo, através de um campo de jovens  Ia-me esquecendo, Estaline iniciou a II Guerra Mundial, ao lado de Hitler.

Putin o excepcional V

Web

Também online, Vladimir Putin demonstra o quão extraordinário é. Em síntese: o controlo da internet acompanha o que de repressivo é feito pelo governo chinês e  a assinatura presidencial na lei que obriga ao registo dos bloggers e armazenamento de dados em solo russo, apertam um pouco mais o cerco à liberdade e aos bloggers

Adenda: Putin’s Human Rights Council Accidentally Posts Real Crimean Election Results; Only 15% Voted For Annexation. Será isto verdade?

O 25 de Abril também se fez para isto

A política e as crianças em tratamento do cancro, no Portugal Profundo.

Na página do IPO-Porto no Facebook, em 22-4-2014:

«Assinalar os 40 anos do 25 de abril é o grande objetivo do Serviço de Pediatria do IPO-Porto ao desafiar 20 crianças e 20 personalidades portuguesas a invocarem ‘Liberdade’ através de fotografia. Deste desafio nasceu a exposição “40 ideias, 40 imagens” que vai ser inaugurada esta quarta-feira, 23 de abril, pelas 17h00, no Museu Militar do Porto, edifício da antiga PIDE/DGS.» (Realce meu).

O mesmo facto noutra notícia da página do próprio IPO:

«25 de Abril junta crianças do IPO e personalidades
Vinte crianças em tratamento no IPO-Porto e 20 personalidades – entre elas o primeiro-ministro Passos Coelho – vão invocar o 25 de abril com uma exposição fotográfica hoje inaugurada no Museu Militar do Porto.» (Realce meu)

Da série “os russos estão a ficar muito americanos” IV

As redes sociais não funcionam sem o excepcional Putin e a liberdade perde a graça sem o Snowden.

Russia’s largest social network is under the control of Putin’s allies

Earlier this month, Durov claimed that Russia’s intelligence agency, the Federal Security Service (FSB), had pressured him to hand over personal data on VK users involved in anti-government protests in Ukraine. Durov said he refused to do so, though he’s gradually ceded control of the company in recent months and has long butted heads with government authorities. Experts have speculated that the Kremlin is looking to tighten its grip over VK and other social networks in the same way it controls print and TV media. Many Russians used VK to organize widespread anti-Putin demonstrations in 2011 and 2012, when thousands took to the streets to protest allegedly rigged elections.

Leituras complementares: Isto deve dar um prémioDa série “os russos estão a ficar muito americanos” III.