Das manif’s rapidinhas

Pode não parecer mas o movimento cívico Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas marcou (de ontem para hoje) manifestações relâmpago, para Lisboa, Porto e Aveiro. A TSF acabou de fazer directos junto dos manifestantes na residência oficial do Primeiro-Ministro. Segundo a jornalista no local, os manifestantes rondavam os 40. Empolgado, o companheiro entrevistado sublinhou que ainda não sabe quando acaba o apelo. Antes da emissão passar para o Porto ouve-se em segundo plano uns batuques e depois a Grândola. No Porto, a manifestação já acabou afirma o jornalista mas não o espírito, conclui para o microfone o manifestante resistente.  Em Aveiro, a manif continuará a decorrer, a crer na página do Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas. Incompreensivelemnte não houve som da Veneza nacional. Pelo que sou levado a concordar com o Pertinente, com mais 2 ou 3 manifs do que-se-lixe os promotores lixam-se e o PSD ressuscita.

About these ads

23 pensamentos em “Das manif’s rapidinhas

  1. Já começou a ressuscitar… a sondagem publicada hoje é um bom exercício… como em alguns casos não temos como prevenir uma paragem cardíaca, principalmente em governos jovens, o ideal é que determinada parte da população seja treinada pelo menos para fazer uma reanimação (massagem cardíaca) e uma tentativa para que o paciente possa voltar à vida.
    Afinal, afinal está tudo bem!

  2. Rui, qual é o problema de se fazer manifestações? Não bastava já o vazio do debate em torno do número de manifestantes.Se existe manifestações. é porque as pessoas encontram motivos para elas serem feitas

  3. silver, creio que ninguém afirmou que as manifestações são um problema. Não foram as megas-hiper’s, não serão as micro ou mesmo, quem sabe, as manifestações unipessoais.
    Se as manifestações começam a ficar vazias, o provável é que os organizadores passem a ter problemas. Pelo menos com algum cansaço e falta de interesse.

  4. Temos que concluir que o povo não é burro. Qualquer dia esses manifestantes profissionais vão começar a ser insultados, ou coisa pior. É o que me parece.

  5. Continua o turismo de manifestação… Discuta-se algo de INTERESSANTE: estamos a mudar o nosso modelo económico? O País só tem futuro se passarmos para “aquela cena” dos bens transaccionáveis.

    Dito de outra forma:
    - Este governo está a trabalhar no sentido de forçar a malta a abandonar a capital, a largar as secretárias atafulhadas de papel nos ministérios, direcções gerais, secretarias de estado, observatórios e fundações, institutos e empresas públicas, etc., etc., EM RESUMO, a substituir o modelo dos “empregos sustentados pela BUROCRACIA” pela aposta em algo PRODUTIVO, nomeadamente, a agricultura e indústria?

    http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/02/portugal-lisboa-e-o-resto-do-pais-1.html

  6. Uma sondagem em que 53% dos inquiridos recusou responder.
    Só serve para assustar.
    Tenham medo muito medo, o tempo dos falhados está a chegar ao fim.
    Esta sondagem devia assustar mais que qualquer manifestação.

  7. Por curiosidadede, onde se baseia para concluir que aquela é “Uma sondagem em que 53% dos inquiridos recusou responder”?

  8. Esses merdas dessas merdas têm muioto que agradecer aos “compagnons de route” radiofónicos e/ou televisivos .
    Se não fossem esses idiotas úteis , lá se lhes ia a notoriedadezinha…

  9. A informação foi ouvida na TSF e transcrita. O que não posso assegurar é se foi dita por algum jornalista da tsf ou algum cidadão manifestante.

  10. A taxa de resposta é a indicação de eventuais enviesamentos que os não respondentes possam introduzir. E chega-se a ela através da divisão da EC: entrevistas concluídas sobre as (EP: entrevistas parciais ou incompletas+ EP: Entrevistas Parciais/incompletas ) + (R: recusas + NC: não-contactos (casos em que se confirma a existência de um inquirido elegível mas com o qual não se consegui estabelecer contacto). Mas deixo um link de quem sabe do assunto: http://margensdeerro.blogspot.pt/2009/05/taxas-de-resposta.html

  11. A questão que eu coloco ao Insurgente é a seguinte: Quantos católicos cabem por m2 na Praça do Vaticano ?

    João Pedro

  12. jojoratazana (10),
    “Tenham medo muito medo, o tempo dos falhados está a chegar ao fim.”
    Não vejo qualquer razão para ter medo. Devemos é celebrar, caso se confirme a boa notícia de que está a chegar ao fim o tempo dos “indignados” profissionais e dos ignorantes acéfalos que querem mais despesa, impostos mais baixos e que quem nos empresta a juros mais baixos deixe de o fazer.

    Só por curiosidade, o que é que o jojoratazana vai fazer a seguir?

  13. http://www.jn.pt/125Anos/default.aspx?Distrito=Braga&Concelho=Vizela&Option=Interior&content_id=3106851

    Luís Guimarães, empresário de sucesso no ramo do têxtil, era o único nomeado para receber a medalha de mérito municipal, grau ouro, da Câmara de Vizela. Os partidos políticos até foram unânimes em atribuir-lhe a distinção, que estava marcada para dia 19, data em que o concelho mais jovem do país celebra 15 anos.

    Contudo, Luís Guimarães rejeitou a medalha por vir da classe política, e por discordar com as medidas da Câmara dos últimos anos. O empresário justifica a decisão com o facto de a medalha ser proveniente “da classe política” e por não ser essa a sua forma de estar na vida. Além disso, critica as lideranças da Câmara de Vizela: “Apenas se preocupou em deixar obra, construir rotundas e estátuas, esquecendo-se do fundamental”.

  14. Ontem estive num bar na Marinha Grande onde tocavam os Rad do Seixal ( penso que era este o nome). A meio da coisa tinha que aparecer a politica. A festa do seixal, a cultura bla bla…como na sala a audiencia estava mais interessada em conviver do que em politica o monólogo do vocalista tronou-se descabido. Foi então que o rapaz tentando um golpe de asa se sai com esta ” somos da terra daqueles que comem criancinhas ao pequeno almoço”…ninguem achou piada. Eu, acabei a minha sagres e pensei , nem sabes como tens razão, lembrando-me dos milhoes de esfomeados da Coreia Norte, onde na ultima década resurgiu o canibalismo.Fónix, antes uma democracia coxa com Relvas daninhas pelo meio e 20% de desemprego, que as democracias do partido que mata à fome milhoes de pessoas sobre a bandeira do comunismo.

  15. Passos Coelho, é a única pessoa que nos separa do canibalismo.
    Porra, o homem merece um prémio Nobel da Paz ( e não vale a pena desenterrarem o prémio nobel do Obama como argumento porque também fui contra.)

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s