João Duque deturpado por Isabel Tavares do Jornal i

João Duque, na parte final da entrevista:

Os portugueses aprenderam a lição?

Espero bem que sim, porque é uma lição muito cara. Mas isso vê-se nas eleições, aí é que vamos ver se os portugueses aprenderam a lição. Se as pessoas disserem que estes indivíduos são maus porque lhes cortaram salários embora tenham conseguido estabilizar as coisas no país e depois nas eleições forem dar a vitória a um bloco de esquerda, então acho que não aprenderam a lição.

(sublinhado meu)

Vs

“Jornalista” Isabel Tavares, no subtítulo da peça:

Economista diz que só se verá se os portugueses aprenderam a lição se votarem na esquerda nas próximas eleições

 Senhora Isabel Tavares,

Pessoalmente, não sei como ainda lhe continuam a conceder entrevistas. Talvez pelos nomes por onde já passou. Eu não o faria e não sei porque é que o Professor João Duque o faz, conhecendo o seu histórico sobretudo desde que foi para o i. Não é isenta nas perguntas, na temática destas, no modo como conduz a entrevista.

Mas o que eu agradeço mesmo é que não vire 180º aquilo que ouve para aquilo que gostaria de ter ouvido. O Professor pede para NÃO se dar a vitória ao Bloco de Esquerda, dizendo que em tal cenário os eleitores não teriam aprendido a lição. Não o contrário. Não está alinhado com o que a senhora pensa? Azar. Olhando para o seu currículo, já tinha experiência (maturidade?) para saber qual o papel de um jornalista.

Referências: exemplo se sensacionalismo sobre a subida do IVA, exemplo noutro blogManual de contra-informação usando artigo da jornalista como base.

About these ads

14 thoughts on “João Duque deturpado por Isabel Tavares do Jornal i

  1. Não pode dar-se o caso da senhora em vez de ser desonesta ser simplesmente estúpida?
    Sendo jornalista a probabilidade pode ser extremamente alta.

  2. Está tão errada a senhora como quem diz que a verdade está a 180 graus.
    João Duque diz que se verá se os portugueses aprenderam a liçáo nas próximas eleições, ponto.
    Independentemente do resultado.

  3. Essa segunda frase não contradiz a 1* . isso é informação adicional.
    Como só nos informa das conclusões que tira no caso de vencer a esquerda, a jornalista até estava certa, se tirasse o “só” da frase.

  4. Este tipo de títulos é sistemático nos nossos jornais. Não percebo como é que estas pessoas não são despedidas na hora. É estupidez? Ou serão outros interesses por detrás destas “notícias”?

  5. Apanhado! :) Mas já li. Confirmam o óbvio, tudo isto é vergonhoso. É que podiam fazer isto bem feito, com classe, mas não, é mesmo assim à descarada… insultos à inteligência incomodam-me…

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s