A viralidade ficcionada de Pallywood

O argumento é simples. Usa-se a rede social Twitter para propagandear o episódio. O tweet original é da autoria de um funcionário da ONU e mostra uma menina ferida. O enredo adensa-se quando a imagem usada remonta a 2006 e retrata a infeliz consequência de um acidente. O sucesso é garantido.

Adenda: Sobre o episódio, vale a pena ler Get the picture? e o artigo de opinião Israel is a refuge, but a refuge under siege.

About these ads

6 thoughts on “A viralidade ficcionada de Pallywood

  1. Another child killed by Israel.

    Tá bom. Tá bom.
    Tudos estamos de acordo em esto. O titular deveria dizer foi um filho da put* israeli o que conduzia o carro que acabou com a vida da minha filhota…Está assim melhor?

  2. Pingback: A viralidade ficcionada de Pallywood II « O Insurgente

  3. Pingback: Cuidado com os “sionistas” ! « O Insurgente

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s