A fotonovela

O resto da “narrativa” deve ser vista no Delito de Opinião.  Segundo rezam outras crónicas, João Galamba e Pedro da Silva Pereira terão experimentado a desilusão e a insatisfação.  Anacleto Louçã o coordenador do Bloco de Esquerda, não aproveitou sequer o tempo de antena mediático. Se não me falha a memória, pela primeira vez na sua longa carreira de combate político.

About these ads

12 pensamentos em “A fotonovela

  1. Afinal o Paul Krugman é que tem razão, qualquer dia até concordamos todos que a procura é que desencadeia a oferta.

    Muito bem !

  2. E agora o Saldanha irá provar que não foi bem aquilo que o laureado quis realmente afirmar. Que foi um erro de tradução ou algo parecido.

  3. Apostava mais numa trama que mete os reptilianos a raptar o tipo e a substituí-lo por “neoliberal”

  4. Caro Rui,
    eu (acompanhado por todas as gargalhadas) é que agradeço o momento tão original quanto feliz. :)
    Abraço.

  5. “Daí não se segue que devemos ou que podemos criar artificialmente procura ou que disso podemos tirar alguma vantagem.”

    Então quem e como se decide se a procura é artificial e se traz vantagens ?

    O P. Krugman , pelos vistos tão respeitado aqui, o que tem dito é que no caso de “liquidity trap” é necessário criar procura através de deficits publicos, já que o sector privado está em contracção e não é possivel ter taxas de juro negativas.

  6. João Miranda,

    O dinheiro não se gasta , circula, para isso é que foi inventado.

    É melhor pagar impostos no futuro que morrer à fome no presente.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s