Será que não se podia importá-lo?

Nas palavras do presidente checo:

“Para mim é inimaginável que os países possam admitir um tal défice como aconteceu nos últimos tempos” (…) “Como ministro das Finanças e como primeiro ministro eu nunca admitiria tal défice”

Não tenho a menor esperança de ouvir palavras destas aos candidatos à presidência da República Portuguesa ou a qualquer candidato a governante. Por cá preferimos continuar alegremente o nosso caminho para o abismo socialismo (tal como previsto na CRP).

3 thoughts on “Será que não se podia importá-lo?

  1. E o nosso presidente como sempre só tem conversa mole e sorri.(de quê?)
    Se não tem poderes ao menos fale, diga o que tem que ser dito alto e bom som, para que os portugueses de bem sintam que não estão sós.
    Perante o escândalo em que se afunda o regime, não há ninguém nos poderes públicos que faça a diferença?

  2. Eu por mim exijo mais que o Presidente Checo. Superavite. Sem Superavite não há aumentos para políticos e funcionários. Infelizmente ainda não perceberam que ao lado da Republica Política que já existe é preciso a implantação da Republica Económica, só assim haverá limites ao poder económico dos Governos.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s