QUESTÕES DE SAÚDE

Mais sobre comportamentos de risco

Questões de saúde são questões intimamente ligadas à política. Muitos dos comentários sobre o meu recente post referente a comportamento sexual e saúde mostram que a ignorância impera neste domínio. Alguns jovens, influenciáveis e analfabetos em questões de fisiologia, embarcam num caminho perigoso sem conhecer os riscos. O falso pudor da maioria é utilizado por activistas sem escrúpulos para promover, sem protesto, a sua agenda e o recrutamento de adeptos.

Estou habituada ao terrorismo verbal e, infelizmente, à estupidez. Quem teve alunos adolescentes conhece bem os sinais. Por conseguinte não fico demovida do meu propósito de tentar elucidar os ingénuos. Sei que para os outros não há remédio. Assim, quem quiser ter informações precisas e fundamentadas em investigações cientificas encontrará mais elementos num novo post de Portolani Special.

About these ads

27 thoughts on “QUESTÕES DE SAÚDE

  1. O PC ainda domina a mentalidade de muito português. O sexo anal é ainda mais defendido pelo PC por estar fortemente ligado à comunidade gay. Mas, sinceramente, penso que a generalidade dos opinadores não aplica à vida privada o que defende em público. Acredito que na generalidade, na sua vida privada, os opinadores sabem que o sexo anal não é natural e exige cuidados especiais. Quero acreditar que a ignorância que sobressai da opinião expressa em público não se reflecte nas atitudes na vida privada.
    Por outro lado, seria essencial nesta discussão que se falasse em mais do que os efeitos perversos, mas também na existência de cuidados para os amenizar. Senão deveríamos estender a conversa ao sexo oral e, em geral, a qualquer actividade sexual que não tenha como fim a reprodução, porque toda ela poderá ter efeitos perversos.

  2. Nós, os jovens ignorantes politicamente correctos, continuamos sem saber quais são os tais riscos dos nossos perigosos caminhos.

    Carlos Pinto, por quem é, estremeço de curiosidade quanto ao que haverá dizer, nesta linha de raciocínio, acerca do sexo oral. Quanto a vidas privadas, que tal cada um meter-se na sua?

  3. “anal cancer is more prevalent among women than men — between 1.5 and 2 times more common, *perhaps* because more women than men engage in receptive anal sex.”

    O sublinhado no “perhaps” é meu. Muito científico, sem dúvida. Mas vamos admitir que sim, que o sexo anal faz mal à saúde. O que é que pretende, proibir a prática!?

    E o tabaco? E a obesidade? Não matam 1000 vezes mais pessoas? Que raio de obsessão a sua!

  4. Aliás, sexo em si já é mau para a saúde. Também Devíamos deixar de procriar. Assim ninguém apanhava cancro…

  5. Julgava que era só o Daniel Oliveira,mas afinal isto está cheio de paneleiros…

  6. Eu não sei o que é pior, se é a condenação de todo o sexo que não o vaginal (e provavelmente só para a procriação e em posição de missionário) se a forma directa como chama estúpidos a todos os adolescentes.

    Claro, só tem credibilidade quem tem mais de 70 anos não é ?

  7. Pedro, já houve quem chamasse a atenção: sendo o orgão genital masculino uma via de excreção, acho que também não pode ser usado para estas coisas. Enfim, vamos todos dar as mãos e olhar com carinho uns para os outros. Espera… as mãos serão elegíveis?

  8. Mas o problema não são os problemas de saúde causados pelo sexo anal. O sexo, em geral, é perigoso. A vida também. Andar de carro é perigosissímo. O problema é outro: é usar esses argumentos para nos tentar impedir de fumar ou sodomizar (quem quiser ser sodomizado, obviamente).

    Os riscos, conheço-os. Há muito. E depois? Não os posso correr? Temos de começar a assutar toda a gente e a obrigar toda a gente a pôr uma tatuagem no rabinho a dizer: “Sodomizar mata”?

  9. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » Os riscos do sexo anal e o politicamente correcto

  10. Nestas coisas sou uma reaça terrível. Ai sim, mata, pois então que seja como a droga entre marginais, sempre são menos uns com que se poupa chatices e dinheiro

    “:OP

  11. O que me parece mais patológico é a preocupação com a saúde dos tipos. Era só o que nos faltava, para além da invasão bichona, ainda eramos obrigados a tê-los bem frescos e viçosos

    “:OP

  12. Eu ignorante me confesso: I Looovvvvveeee it!

    Mas como sou a favor da eutanásia, sou coenrente!

    ahahahahahahahahaha

    Vocês sairam-me cá uns preversos… quem diria, tanta obsessão pelos rabinhos alheios, mas eu percebo-vos, também não lhes resisto!
    ahahahahaha

  13. coerente obviamente, desculpa, mas tanta conversa sobre sexo anal perturba-me!

    Beijinhos e obrigado por existirem, fazem-me rir pela manhã
    ;-)

  14. E porqué será que sempre que se anda a falar de sexo…

    Aparece sempre a Zazie? Será uma viçosa nao assumida?

  15. “Quero acreditar que a ignorância que sobressai da opinião expressa em público não se reflecte nas atitudes na vida privada.”

    Mas quer acreditar porquê? Qual é a influência que a vida privada dos outros, dentro de lençóis ainda por cima, tem na sua própria vida. Acho muito bem que pratique ou não pratique ou tenha nojo do que quiser. Mas querer separar o mundo entre “os que fazem” (ignorantes imundos que não sabem que se estão a matar) e “os que não fazem” (esclarecidos) é muito limitador…

    É óbvio que todos sabemos os perigos (e se não sabemos, devíamos saber). Mas também todos sabemos os perigos de, sei lá, nadar no mar (ou devíamos saber). Será que quem nada no mar é perverso? (Claro que, pessoalmente, pode achar perverso o que quiser. Eu, por exemplo, acho perverso querer limitar a vida com medo de se sujar.)

    Para quem não sabe os perigos do sexo anal, aqui está: http://en.wikipedia.org/wiki/Anal_sex

    Para quem não sabe os perigos de nadar no mar, aqui está: http://www.health24.com/Man/General/748-771,30470.asp

  16. Isto está a ficar divertido. Agora só falta o João César das Neves escrever uma crónica sobre o assunto (uma nova crónica, digo, pq já escreveu sobre isto…).

  17. Por favor ! Não façam com os cuzinhos o que andam a fazer com o tabaco ! Com a falta deste ainda posso, agora se me tirassem os cuzinhos (sem pêlo, atenção !), acho que a vida para mim perdia todo o sabor…

    E o que dirá a Drª Lança sobre o uso sistematico da sodomia pelos americanos no Iraque (Abu Graibh) e em todo o seu Gulague de extraordinary renditions ? Também é contra ? Ou aí já está bem ?

  18. “Com a falta deste ainda posso, agora se me tirassem os cuzinhos (sem pêlo, atenção !), acho que a vida para mim perdia todo o sabor…”

    Há qualquer coisa nesta frase que não me soa nada bem…

  19. Pá deixem os portugueses irem á bilha uns dos outros á vontade e não se imiscuam nesse assunto.

  20. Qualquer dia temos hoteis de charme com zonas “partir bilha autorizada”… É lá que querem chegar??

  21. Ou será que tem de ser criada uma regulamentação comunitária para que os lencois dos “parte bilhas” sejam lavados a mais de 80 graus celsius e sujeitos a fiscalização? Será que existe risco de saúde publica se eu partir uma bilha dentro de um elevador?

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s